MENU It's me: Mário!

Trello chegou

Trello chega ao Brasil!

Dicas! 20 de maio de 2015 0 comentários
Dicas!
  • 20 - 05 - 15
  •        
  • 0

Brasileiro é tudo desorganizado e preguiçoso, né?
Não! Pelo contrário!

Com muita gente usando, o “serviço de gerenciamento de projetos” (vulgo, “organiza tudo”) Trello ganha tradução para nossa língua e de quebra um escritório nessas terras quentes de meu Deus.

Trello

O Brasil receberá o primeiro escritório do Trello fora dos EUA. A sede do serviço ficará no Rio de Janeiro e teremos, além do site e apps em português, um blog com conteúdo voltado apenas para nós.

A responsabilidade da empreitada ficou com Alexia Ohannessian e segundo ela, uma das peculiaridades do usuário Brasileiro é que usamos o Trello para fins pessoais também. Nos EUA, a maioria utiliza para gerir projetos profissionais, já por aqui, podemos achar “boards” sobre até uma viagem ou um passeio.

O Trello

Se você ainda não conhece o Trello, sugiro que conheça.

Ele é extremamente simples de entender e muito poderoso para o que se propõe. Não irei me aprofundar muito, nem criar um post sobre como utilizá-lo: deixo isso para sua curiosidade, mas vamos falar um pouco da estrutura dele.

O Board, a lista e os cards…

Imagine o Trello como uma parede gigante na qual você pode pendurar vários quadros e que você pode dividir cada quadro em tiras verticais. Além disso, você pode colar post-its nessas listas.

Pronto!

Os Boards ou Quadros são exatamente isso: um quadro onde você pode escrever coisas. No caso, atividades ou tópicos. No nível abaixo do Board (que seria um projeto), temos as Listas (ou Lists) que servem principalmente para agrupar as atividades ou tópicos relacionando-os de alguma forma (geralmente por status).

Por exemplo, no meu Board “Site” (se eu tivesse um), que eu uso para organizar as publicações daqui, eu poderia criar várias listas e dar nomes a elas: “Ideia”, “Escrevendo”, “Rascunho” e “Finalizado”.
Esses seriam os status das minhas atividades/tópicos.

E essas atividades ou tópicos? Essa galera é o que chamamos de Cards ou cartões, em português. É como se fossem post-its os quais podemos colar em uma lista e depois movê-lo livremente para outra. Além disso, cada um deles pode receber título, descrição, comentários (uma espécie de conversa), checklists de atividades, imagens, dentre outros recursos, sendo os Labels (etiquetas) um dos mais importantes.

Como o nome já indica, as Labels servem para identificar visualmente os Cards. Como cada uma possui uma cor, podemos usar verde para artigos do Curso de Android, azul para artigos do Google e por aí vai. Ou então, se estivermos num projeto de desenvolvimento de sistemas, o vermelho pode ser “BUG”, o laranja “Melhoria” e etc…

Acessibilidade

Daltonismo

Vale ressaltar uma coisa que acho muito legal no Trello: o suporte para daltônicos. Numa ferramenta extremamente visual e que apela para um layout colorido, a preocupação com quem não consegue diferenciar algumas cores demonstra a maturidade e o profissionalismo dos desenvolvedores.

Conclusão

Usem! Sério…

E se você já usa, deixe seu comentário sobre o que você acha dessa ferramenta super legal e não se esqueça de compartilhar e indicar para os seus amigos (quem sabe assim eles finalmente organizam aquele churrasco?).

Abraços e até a próxima!!!

Por favor, considere desativar o AdBlock

Não perca nenhuma novidade, assinando nossa newsletter!



Não se preoculpe, não enviaremos muitos e-mails, nem mostraremos seu e-mail para ninguém. Dúvidas?


Deixe seu comentário! Dúvida sobre como comentar
ou vai postar código? Leia antes.