MENU It's me: Mário!

Aula 3

Aula 3: Como criar um projeto no Android Studio?

Curso de Android 11 de janeiro de 2015 84 comentários
Curso de Android
  • 11 - 01 - 15
  •        
  • 84

Veja todas as aulas aqui.

E ae, galera! Tudo bem? Hoje vamos aprender como criar um projeto no Android Studio e (quase) começar a fuçar em código. #partiu

Welcome do Android Studio

Antes de mais nada: você já instalou o Android Studio, né?

Primeiro uso

Se você pulou a aula passada, volte lá para aprender a atualizar e adicionar os pacotes SDK.

Nosso projeto

Como prometido: durante nossas aulas, iremos aprender o básico de desenvolvimento para Android na prática. E para isso iremos construir um aplicativo de leitura de notícias: Reader.

O Reader será um simples leitor de notícias.

A lógica dele será bem simples, porém abrangerá muita coisa no desenvolvimento de aplicativos: o Reader irá ler uma API bem simples (eu irei fornecer a vocês essa API, mas provavelmente irei ensinar como construí-la, se você for um #dev para WordPress), que servirá os dados das notícias para que ele apresente na tela, ou seja, nosso aplicativo não será uma web view. Além de ler informações online, ele irá interpretá-la, guardá-la no banco de dados (para evitar se conectar na internet toda vez), atualizá-la quando necessário, listá-la e apresentá-la. Tudo isso mantendo as boas práticas de um DevAndroid!

Criando nosso projeto

Usando as versões mais novas do Android Studio? Confira o que mudou na criação do Projeto.

Nesse começo serei bem didático e sempre que possível irei tentar trazer o máximo de imagens possíveis. Sendo assim: vamos lá!

Com o Android Studio aberto, você precisa clicar em New Project… e a próxima tela será apresentada:

New Project

Essa é a hora de escolher o nome do aplicativo: Application Name.

Abaixo dele você escolhe precisa informar o nome da sua companhia. Eu informei mariovalney.com porque isso já irá gerar um package name bem legal, mas você pode colocar seu nome ou qualquer outro nome que ache legal.

O Package name já deve estar preenchido, mas você pode editá-lo independentemente das informações já escritas até agora. Lembre-se que ele deve ser único no sistema Android (principalmente se você for submeter seu aplicativo para o Google Play, pois todo mundo terá acesso a ele), além disso ele deve seguir as mesmas regras dos pacotes em Java.
Eu sugiro utilizar a url do seu site (quando você for desenvolver algum aplicativo vai querer divulgá-lo na internet, certo? Nada melhor do que ter um site para isso!) ou então example.com, já que estamos estudando.

Por último temos a localização do Projeto no seu computador.

Com tudo OK basta clicar em Next.

Tela de escolha da Minimum SDK

Na tela que apareceu, você precisa escolher para o que você vai desenvolver. No nosso caso, iremos desenvolver para celulares e tablets então marcamos a primeira checkbox.
Além disso, iremos escolher também qual a SDK mínima para a nossa aplicação (leia a próxima seção para entender mais, por enquanto, escolha a API 10).

Clique em Next de novo, para ir para a próxima tela:

Blank With Fragment

O Android Studio facilita demais nossa vida e essa tela mostra bem isso: você pode escolher o que vai querer fazer e ele já cria algumas coisas. Por exemplo, meu projeto final foi um aplicativo com mapa (integração com a API do Google Maps) então eu escolhi Google Maps Activity. O Reader não terá isso e será mais simples do as outras sugestões dessa tela, então a melhor escolha será Blank Activity with Fragment (falaremos mais tarde sobre Activity e sobre Fragments, atividades e fragmentos).

Clique em Next, para prosseguir:

Main Activity

Chegou a hora de escolher o nome da sua primeira atividade (o Android Studio já vai criá-la), o nome do arquivo de layout da atividade e do fragmento.

Para a atividade, escolhemos MainActivity, pois será nossa atividade principal. Para o arquivo de layout, escolhemos activity_main e para o layout do fragmento fragment_main. Além disso o título da atividade também será MainActivity, por enquanto.

Iremos falar mais sobre layout, UI e a estrutura dos arquivos do Projeto depois. Contudo, já que estamos no clima, vou explica o que escolhemos ali em cima:

  • O nome da atividade é também o nome da classe (e do arquivo java).
  • O layout é um arquivo XML que fica numa pasta específica e será usado para o layout da atividade.
  • O layout do fragmento também é um arquivo de layout, contudo será usado pelo fragmento.
  • O título da atividade é o texto que ficará a ActionBar (barra de cima do app).

Agora é só clicar em Finish e esperar o Gradle terminar:

Reader Project

Pronto! Seu projeto está criado com um Hello World.

Minimum SDK

O arquivo de manifesto descreve detalhes sobre o seu app e identifica quais versões do Android ele suporta. Especificamente, podemos definir a SDK mínima minSdkVersion e a SDK alvo targetSdkVersion. Essa informação descreve, respectivamente, a última versão do Android que o seu app suporta e a versão mais atual na qual ele foi testado. Por padrão a target SDK deve ser a última, afinal é boa prática testar seu APP para a nova versão do Android toda vez que sair uma nova sobremesa :D

Lembra que eu disse que completei o curso da Udacity? Pois é… como estudo nunca é demais, aconselho você estudar por lá também, pois algumas coisas estou pegando desse curso que é muito bom! Uma dessas coisas é um vídeo sobre esse assuto (ative as legendas em português):

Rodando seu app

O Android Studio já cria um projeto com o Hello World. Iremos rodá-lo para ver:

Primeiro, vá na barra de ferramentas e clique no ícone de Play.    Run App

Na janela que irá abrir, você seleciona qual dispositivo irá rodar o aplicativo. O Android Studio vem com um emulador muito bom, mas iremos focar no desenvolvimento utilizando um dispositivo físico, OK? Então é importante que tenha um celular rodando Android conectado através do cabo USB ao seu computador. Ele irá aparecer assim:

Choose Device

Se seu dispositivo não aparecer na listagem acima, provavelmente você ainda não o configurou para testes (leia a próxima seção antes de continuar).

Com o dispositivo selecionado, basta clicar em OK e esperar.

Se você não tiver um dispositivo rodando Android, você pode aprender sobre como usar o emulador do Android Studio aqui.

Ativando o DEV Mode

Você precisa ativar o modo de depuração USB do seu dispositivo para poder utilizá-lo para testes. Para isso, vá nas configurações e procure por Developer Options (Opções do Programador).

Não achou? Se você tem um dispositivo com Android 4.2 ou superior, essa opção estará escondida por padrão. Para achá-la, vá no menu About (Sobre) e toque 7 vezes na opção Build Number (fica lá no final).

Parabéns! Você é um desenvolvedor agora.

Hello World

Com tudo OK, você deve ver isso aqui no seu dispositivo:

2015-01-11-18-55-12

Versionando

Irei manter os arquivos do nosso aplicativo sempre versionado no GitHub.

Se você ainda não conhece o Git e o GitHub, aconselho dar uma olhada no vídeo muito legal da Loiane. Ele não é necessário para o nosso curso, mas é EXTREMAMENTE IMPORTANTE PARA SUA CARREIRA (acho que deu pra destacar a importância, né :D ).

Se você já manja dos Git e GitHub, basta abrir o terminal no próprio Android Studio e ser feliz. Aconselho subir um nível, pois geralmente o terminal inicia na pasta /app e é legal versionarmos todos os arquivos do projeto, então devemos estar na pasta Reader.

Terminal

Caso, tenha dúvida, minha sequência de comandos foi:

cd ..
git init
git add --all
git commit -m "Initial commit"
git remote add origin [URL DO SEU REPOSITÓRIO VAZIO]
git push origin master

Manifesto

Antes de concluir essa aula, vou falar um pouco do App Manifest (manifesto do aplicativo).

Esse assunto sai um pouco do conteúdo da aula, pois não iremos mexer nele, por enquanto. Por outro lado, o AndroidManifest.xml é o arquivo mais importante do seu aplicativo. Duvida? É nele que o sistema encontra o nome do aplicativo, ícone principal, nome do pacote, as atividades (activities) do app, as permissões (lembra que você precisa autorizar algumas coisas, quando instala alguns aplicativos?), a lista de serviços e outras informações relevantes.

O manifesto do Android é um arquivo XML, sendo assim, segue a estrutura normal:

<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>

<manifest>

    <uses-permission />
    <permission />
    <permission-tree />
    <permission-group />
    <instrumentation />
    <uses-sdk />
    <uses-configuration />
    <uses-feature />
    <supports-screens />
    <compatible-screens />
    <supports-gl-texture />  

    <application>

        <activity>
            <intent-filter>
                <action />
                <category />
                <data />
            </intent-filter>
            <meta-data />
        </activity>

        <activity-alias>
            <intent-filter> . . . </intent-filter>
            <meta-data />
        </activity-alias>

        <service>
            <intent-filter> . . . </intent-filter>
            <meta-data/>
        </service>

        <receiver>
            <intent-filter> . . . </intent-filter>
            <meta-data />
        </receiver>

        <provider>
            <grant-uri-permission />
            <meta-data />
            <path-permission />
        </provider>

        <uses-library />

    </application>

</manifest>

Para mais informações, consulte a documentação. Mas não se preocupe, cada vez que formos estudar algo que precise alterar o manifesto a documentação nos ensinará muito bem como fazer.

Conclusão

E é isso!
Agora você já tem seu projeto criado e apresentando um Hello World.
Na próxima aula falaremos da diferença de atividades e fragmentos e sobre UI (user interface).

Se você gostou, curta, compartilhe, mande pros amigos, pro cachorro e pro papagaio (gatos não… eles vão dominar o mundo #naoensineandroidparaumgato ).

Por favor, considere desativar o AdBlock

Não perca nenhuma novidade do nosso Curso!

Não se preoculpe, não enviaremos muitos e-mails, nem mostraremos seu e-mail para ninguém. Dúvidas?


Deixe seu comentário! Dúvida sobre como comentar
ou vai postar código? Leia antes.

  • romenum

    Ei.. tu deu um comando “git cd..”? como é a história? kkkkk
    Vide lá “see in matrix” =P

    • WHAT? Para de comentar besteira no post dos amigos :P

  • Luiz Felipe Rodrigues

    cara continue com seu trabalho com as aulas de desenvolvimento, pois estou começando a desenvolver muito bom seu trabalho!!!!

    • Fico super feliz de ler isso, Luiz!
      Esse domingo não teve aula porque a próxima será de UI e não é um assunto que domino então levará um tempinho maior para preparar… mas vamos que vamos!

      • Luiz Felipe Rodrigues

        Ei Mário estou começando a programar e precisava de uma ajuda sua não tem como você me passar uma forma de contato sei que e dificel fazer isso ainda mais para quem você não conhece mais se VC puder me ajudar isso tornaria tudo mais fácil procuro na internet e nao acho aulas boasboas em português se nao puder passar seu contato me indeque um bom site meu contato caso queira entrar em contato whatsapp:06296036689 obg…

        • Cara, se você se refere a um bom lugar para aprender a programar para Android, eu indico a primeira aula dessa série. Lá tem o link do curso que eu fiz.
          Se for sobre programação em geral, nem tenho como te indicar, pq aprendi tudo pesquisando nos mais diversos cantos. rsrsrs

  • Guilherme Camarotto

    Cadê a próxima aulaaaa *—*

    ahh uma duvida!! tenho um moto x com android 4.4… ativei a depuracao por usb mas nao aparece o dispositivo pra eu selecionar :(

    • Guilherme Camarotto

      ah instalei um drive aqui da motorola e foi, consegui debugar no celular uhuu!!

      • Lorena Dias Silveira

        O que você fez? Não consigo de jeito nenhum que o aparelho seja reconhecido, mesmo com a depuração UBS ativa.

        • Guilherme Camarotto

          Lorena, a princípio o meu tb nao foi, mas baixei o drive da motorola e funcionou. pesquise no google o drive pra depuracao usb da fabricante do seu celular que acho que é isso hehe! boa sorte!

          • Lorena Dias Silveira

            Estou usando um Motorola também!! Vou fazer isso é mando retorno! Obrigada!

            • cleber

              lorena , se seu aparelho nao aparecer quando voce der um play”para rodar o emulador” é falta de driver baixe o slim driver , esse programa vasculha no seu computador e mostra pra voce se falta driver ou nao,
              qualquer coisa mande whats: 556596886241 kleber

        • Pessoal, tive esse problema esses dias, pois comprei um Moto E, aí postei a minha solução mais embaixo no comentário da Lorena.
          Abraços!

  • Lorena Dias Silveira

    Olá! Estou seguindo suas aulas, e gostando bastante!! Más tenho um problema, quando vou rodar e aperto no play, nada faz com que o dispositivo conectado a máquina seja reconhecida. :'( Já ativei o modo de depuração USB e segui religiosamente os passos da aula 2. Tem mais alguma dica??

    • Oi! Eu comprei um Motorola esses dias e passei pelo mesmo problema.
      No momento estou utilizando Linux, então se você estiver usando outro SO não vou garantir que não precisa de algum driver específico, mas no meu caso eu só precisei:

      1 – Ativar o modo de Depuração USB
      2 – Conectar o celular no computador
      3 – Fui lá nas notificações do celular e toquei em “Depuração USB Conectada”.
      4 – Na janela que abriu, mudei para “Câmera (PTP)”.

      Após esses passos o dispositivo apareceu normalmente na lista de dispositivos no Android Studio e pronto!
      (Só tive que clicar em OK numa mensagem – “ADB Integration Disabled” – que apareceu)

  • Opa, Judson! Agradeço o contato.
    A ideia é uma aula por semana, mas eu tive um problema no meu computador, quando estava fazendo a Aula 4 e isso juntou com a falta de tempo por causa do trabalho. Mas prometo voltar a postar o mais rápido possível!
    Abraços.

  • Nisael Moreira Gomes

    Aguardando a próxima aula

  • Leandro Eiró

    Parabéns pelo artigo! Deu tudo certo aqui! só me embolei na parte do github(o link não funciona mais) mas dando aquela velha pesquisada no google se acha tudo. Quanto a ativar o modo desenvolvedor cada aparelho tem sua forma, a galera deve buscar como ativar, não tem como ele postar a forma como cada um funciona!

  • Que bom que deu certo, Lorena! As vezes o Windows faz isso.. rsrs

    Sobre a próxima aula, ela saiu ontem: http://mariovalney.com/aula-4-o-que-e-activity-e-fragment/

    e fico super feliz que está gostando =D

  • Thiago Viana

    Oi, Mário. Estou enfrentando alguns problemas com o Android Studio na hora de rodar o app no meu celular. Uso um Alcatel One Touch POP C7 com Android 4.2, a depuração USB está ativada e todos os drivers estão funcionando, já configurei a parte do desenvolvedor e ainda assim o aparelho não é reconhecido. Como você orientou para alguns que utilizavam o Moto E, tentei ajustar o USB para Câmera (PTP) também e não gerou nenhum resultado. Tem alguma solução?

    • Cara… você consegue conectar ao computador e ver os arquivos dele normalmente?
      Acho que é mais uma questão da conexão do celular com o PC do que a IDE. :(

  • Para quem por acaso estiver com dificuldades em fazer o Android Studio reconhecer o smartphone para rodar o app, experimentem os drivers oficiais para o seu aparelho. No meu caso, para o Moto X, só funcionou quando baixei e instalei o Motorola Device Manager.

    Edit: A quem interessar, faltou o link para o download > https://motorola-global-portal-pt.custhelp.com/app/answers/prod_detail/a_id/95846/p/30,6720,8696

  • Pingback: Como conectar seu dispositivo ao Android Studio usando Wi-Fi? | It's me: Mário!()

  • Pingback: Aula 5: Como criar a User Interface (UI) do meu Aplicativo Android? | It's me: Mário!()

  • Tiago Moreira

    Funcionou pro meu Tablet dell Venue 7.
    Obrigado Lorena

  • Tiago Moreira

    Funcionou pro meu Tablet dell Venue 7.
    vlw Lorena

  • Srik Sampa

    muito show ver o Hello World na tela do meu cel… parabéns pelas ótimas aulas, não deixaram nada a desejar…

  • Srik Sampa

    Não sei se ajuda mas no meu Cel existem 3 tipos de conexão:
    1 – Armazenamento USB externo – só mostra o cartão SD
    2 – Dispositivo de mídia (MTP) – mostra o cartão SD e a mem interna
    3 – Apenas carregar – não mostra nada
    (tem o modo câmera PTP, mas nem testei…)

    No meu caso só funciona se deixo no 2º, aí o play funfa geral e o cel mostra o ‘hello world’… nos outros tipos não funciona.

  • Vinicius

    Cara, que pé no saco que é configurar o celular pro Android Studio…

    Tenho um Motorola Razr D1 e não consegui instalar os drivers ADB, meu Windows não reconhece.

    Instalei o Motorola Device Manager e também não deu certo. Alguém conseguiu resolver de outra maneira?

    • Cara, não tive muitas dificuldades no Ubuntu… creio que seja algo mais do Windows…
      O que eu fiz:

      1 – Ativar o modo de Depuração USB
      2 – Conectar o celular no computador
      3 – Fui lá nas notificações do celular e toquei em “Depuração USB Conectada”.
      4 – Na janela que abriu, mudei para “Câmera (PTP)”. (ve se fez isso)

      Após esses passos o dispositivo apareceu normalmente na lista de dispositivos no Android Studio e pronto! (Só tive que clicar em OK numa mensagem – “ADB Integration Disabled” – que apareceu)

      Abraços!

      • Vinicius

        Tentei mudar pra câmera e também não foi… alias acho que tentei todos os procedimentos que a galera deixou aqui nos comentários
        Na hora que conseguir.. eu comento aqui também.
        Obrigado

  • Winston Hanun Junior

    Estou gostando muito, valeu ….

  • hahahaa abraços

  • Weverton Nicoletti

    não estou conseguindo configurar meu galaxy s5 , ja fiz esses testes ai mas deu em nada, se alguem souber como configurar responde aqui , valeu , otimo curso mario

  • Weverton Nicoletti

    alguem sabe como configurar o galaxy s5 , ja tentei aqui , fiz esses testes mas continuou a msm coisa , se alguem souber responde aqui , valeu !!
    otimo curso mario !!!

  • André Feliciano

    Achei na net um driver para o Samsung e consegui fazer a comunicação celular e Studio Android

    • Opa. Massa!
      Obrigado por acompanhar nossas aulas. Abraços.

      • André Feliciano

        Mário,

        Ao rodar outro programa não aconteceu nada, cliquei em “2 processes running” embaixo na barra e abriu duas pequenas janelas “Gradle Build Running”.

        Clico no botão de fechar abre a janela pra selecionar o celular ou simulador. No primeiro programa abriu o aplicativo no celular e agora aparece a mensagem :

        ” Local path doesn’t exist. Local path doesn’t exist. The project may
        need to be synced with Gradle files.”

        O que é o Gradle? o que preciso fazer pra rodar sem ter que fechar essa janela?

  • Henrique Lucas

    Boa noite a todos, bom eu criei um template em HTML todo responsivo para dispositivos moveis, o aplicativo que quero fazer é apenas para quando alguém entrar ser redirecionado para essa página que criei, simples assim da pra fazer?
    Se sim como?

    • Olha. Sugiro que dê uma procurada por “desenvolvimento de aplicativos híbridos”, pois já que deseja utilizar HTML5, essa deve ser uma abordagem melhor.
      Mas de qualquer forma, se quiser inserir esse tempalte num app nativo mesmo, deverá usar uma WebView.

      Obrigado por acompanhar as aulas! Abraços.

  • Gabriel Rodrigues Faria

    Mário, comecei agora este curso e to curtindo, instalei o android studio pelo terminal , instalei o java , do terminal tbm, mas estou com um probleminha, alem do meu android studio ter um layout meio zuado, quando eu vou escolher a Activity, não existe a possibilidade de escolher a Blank with Fragment, ela simplesmente não existe, instalei os plugins da aula 2 que tu sugeriu e tals, mas não sei oque fazer, tu tem alguma dica?
    Ps: a versao do android studio é a 1.4, parece que é a mais recente

    • Olá Gabriel. Tudo bem?
      Ainda não instalei a versão mais recente, por causa do meu computador, mas assim que instalá-la vou pensar em um artigo para resolver esses problemas de compatibilidade.

      Sobre o seu caso, basta escolher a “Blank Activity” e criar os Fragments normalmente. Em todas as aulas práticas, temos os códigos, bem como um branch do repositório. Dá uma lida nas próximas aulas que você vai entender.

      Abração!

    • Olá! A aula foi atualizada com um link para a Aula 3.5 que explica como criar o projeto nas novas versões.

      Abração!

  • Lucas Silva

    Boa tarde Mário !

    Percebi que ao entrar na tela para selecionar a Activity, não há nenhum com Fragment.

    Seria a falta de alguma instalação ?

    Estou usando Windows 7 (64 bits) e Android Studio 1.4.

    • Nopes. A nova versão do Android Studio não vem mais com esse template… A solução é criar com Activity normalmente e depois criar os arquivos manualmente (o que não é complicado).

      Abraços!

    • A aula foi atualizada com um link para a Aula 3.5 que explica como criar o projeto nas novas versões.

      Abração!

  • leitor

    Não encontrei a opção Blank Activity with fragments.

    • Parece que a nova versão do Android Studio não possui mais esse template. Basta escolher uma Blank Activity e criar o Fragment depois seguindo os códigos dados nas aulas.

      Abraço!

      • Lourenço Moisés

        muito obrigado pela atenção. um abraço

        • A aula foi atualizada com um link para a Aula 3.5 que explica como criar o projeto nas novas versões.

          Abraço!

  • Lourenço Moisés

    oi Mario,
    tenho um celular LG, a versão do android é 4.2.2 e não consigo achar a opção do programador nem o About muito menos Build Number. oque faço?

  • Lourenço Moisés

    Oi Mario,
    Quando tento fazer depuração USB no LG G2, fazeendo ran no aplicativo desenvolvido só aparece o simbolo de Android entre o sinal da rede do smartphone e o indicador de USB nada mais.
    Ajuda me o que faço para rodar o aplicativo

    • Olá, Lourenço. Tente instalar os drives de USB da LG ou em alguns casos alterar a opção da Depuração USB, no meu caso, funcionou em “Câmera (PTP)“.
      Abraços!

  • Lourenço Moisés

    É constragidor no momento que se acha que está avançando ter uma pausa obrigatória

  • Lourenço Moisés

    Olá Mario
    Agradeço pela ajuda, vou proceder conforme e aguarde direi algo depois. Quanto nao comentário que não entendeu… é que agente pensa e quando ficamos encalhado não avançamos na vida a espera de um empulso para continuar.

  • Adriano José

    Ola to iniciando na área e gostaria de vídeo recomendo ou tutoria como cria aplicativo.

  • Pingback: Aula 3.5: Criando o seu projeto nas novas versões do Android Studio. | It's me: Mário!()

  • Cara, este curso é incrível. Estou fazendo um curso online de android studio, mas as bases que conheci no seu curso fizeram com que o desenvolvimento mobile fosse mais fácil de aprender e executar. Muito fera o curso Mário.

  • Alexandre Cesar

    Oi Mário,

    Ao final da terceira aula ele não gerou o Hello World e trouxe a seguinte mensagem:

    Rendering Problems

    Missing styles. Is the correct theme chosen for this layout? Use the Theme combo box above the layout to choose a different layout, or fix the theme style references.

    NOTE: One or more layouts are missing the layout_width or layout_height attributes. These are required in most layouts.

    Or: Automatically add all missing attributes The following classes could not be found:

    – android.support.design.widget.AppBarLayout (Fix Build Path, Create Class)

    – android.support.design.widget.CoordinatorLayout (Fix Build Path, Create Class)

    – android.support.design.widget.FloatingActionButton (Fix Build Path, Create Class)

    – android.support.v7.widget.Toolbar (Fix Build Path, Create Class)

    Tip: Try to build the project. Failed to find style ‘textViewStyle’ in current theme (25 similar errors not shown)

    Verifiquei que apenas a API 23 está disponivel. como resolver isso?

    um abraço

  • Raymundo Junior

    Fala Mário… Veja só, parei por aqui, porque ao emular, o android-studio não reconhece meu celular e nem consigo criar um novo dispositivo… acabei de instalar o ubuntu 16.04, mas tive o mesmo erro uma vez no anterior, entretanto, não acreditei ser problema com o ubuntu e sim na versão do android-studio. Segue imagens abaixo sobre a versão e sobre a mensagem de erro(HAXM requires….)

    • Olá, Raymundo. Tudo bem?

      Pelo que pesquisei o HAXM só dá suporte a:

      * Windows 8 and 8.1 (32/64-bit), Windows 7 (32/64-bit), Windows Vista* (32/64-bit)
      * Mac OS X* 10.6 (32/64-bit) or 10.7 (32/64-bit) or 10.8 (64-bit) or 10.9 (64-bit)
      * Ubuntu (64-bit)

      Link do site e instruções para o Linux aqui.

      Observação: E só se o processador for Intel.

      Uma alternativa é baixar o ARM no lugar do HAXM e usá-lo. Dá uma olhada no SDK Manager se você baixou esse pacote. Depois no AVD, você escolhe ARM em vez de x86/x64.

      Sobre não reconhecer o celular, você instalou os drives da empresa? Qual é o celular? Se for Motorola, algumas pessoas tiveram dificuldades e a resolução está nos comentários abaixo.

      • Raymundo Junior

        É, Mário, não teve jeito mesmo… segui passo a passo, desfiz e refiz, mas nada adiantou… valeu!

        • Mas se você seguiu, deveria parar de mostrar a mensagem de erro no HAXM, já que estaria usando o ARM…

          A mensagem de erro não mudou?

          • Raymundo Junior

            Infelizmente, não… bom, saí marcando para a instalação, toda opção ARM(claro, para as versões Android que possibilitam maior percentual de alcance)… mesmo assim o erro persistiu, entretanto, podendo seguir para o próximo passo que é o de confirmar a criaçãoo do emulador, porém, nunca permanecia para ser salvo. Vou tentar fazer um vídeo para que você veja o processo, até porque, como não tenho muita experiência, pode ser algo que eu não consigo enxergar mas você enxergaria. Pode ser?

            • Não precisa.

              O importante é você baixar o ARM e criar o emulador com ele.
              Se não está salvando, deve aparecer alguma mensagem de erro…

              Se não aparecer nada, nem der certo nada, talvez seja algum problema de permissão… eu desinstalaria o Android Studio e tentaria instalá-lo de novo.

              • Raymundo Junior

                … Desde já, muito obrigado pela atenção e PARABÉNS pela didática em todo o processo de construção do conteúdo… PARABÉNS mesmo…

                Então, Mário… insistente e pacientemente refiz todo o processo, desinstalei e reinstalei, limpei tudo e refiz todo o procedimento, mas não dava jeito algum(ubuntu 32bits). O que fiz? Instalei uma máquina com ubuntu 64bits….

                No mais, tive um outro problema porque, mesmo com o java 8 instalado em minha máquina, no activity_main.xml (android-studio), ele dizia que eu deveria indicar o local do java 1.8 ou mais(e o caminho é este /usr/lib/jvm/java-8-openjdk/jre/bin/java, segundo uma fonte que encontrei através do google mas acabei não salvando, entretanto persistia a mensagem, porém acabou )

                … além de repetir o processo para deixar meu celular em modo de desenvolvedor e eis que ele foi reconhecido pelo android-studio e “Hello World” (aula 3 do seu curso) foi rodado no mesmo(moto G 1a geração).

                E foi isso, o “jeito” encontrado.
                Abraço!

                • Opa. Que ótimo que deu certo no final então :)

                  Sobre o OpenJDK, nunca usei ele, por alguns problemas que tive, sempre recomendava o OracleJDK. Mas como até o Google passou a utilizá-la no Android (2015) acho que não tem problema :)

                  De resto, fico feliz que deu certo e vamos para as próximas aulas (não se esqueça de se cadastrar na newsletter)!

                  Abração!

  • Samantha Azevedo

    Mário, preciso da sua ajuda! Estou tentando criar mais uma tela porém depois q desistalei o android studio e coloquei o arquivo ja salvo do projeto nele, sumiu minhas opçoes para criar uma nova tela, o que faço?

    • Para criar novas telas, basta criar uma Classe ou mesmo em Novo > Android > Activity, clicando com o botão direito no diretório no menu lateral esquerdo.

      Abraços